Notícias Recentes
Contacto

Escreva-nos para: 

dorportalegre@pcp.pt

Almoço Regional em Monforte, dia 23 de Abril

Ligações

 

Siga-nos nas Redes Sociais

Festa do Avante!

 

Boletim Informativo da comissão concelhia de Castelo de Vide do PCP - Setembro/Outubro

 

O Alterense

Nota de Imprensa - DORPOR sobre a situação dos Enfermeiros na ULSNA

Categoria: PCP
Publicado em: Visualizações: 412

Direcção da Organização Regional de Portalegre

 

Nota de Imprensa

Sobre a cessação de contrato de enfermeiros na ULSNA

 

O Secretariado da Direcção da Organização Regional de Portalegre do PCP (DORPOR) regista a sua enorme preocupação com a notícia da cessação do contrato de 3 enfermeiros na ULSNA.

Tendo acompanhado em permanência as questões relacionadas com a degradação do acesso aos cuidados de saúde, com visitas, reuniões e tomadas de posições sempre que necessário, o secretariado da DORPOR estranha que, existindo uma grave carência de recursos humanos que chegam a ser dramáticas em algumas categorias profissionais e especialidades clinicas, e nestas incluem-se os enfermeiros, se venha agora dispensar trabalhadores.

Maior estranheza nos causa, já que era essa a maior preocupação apresentada pela administração da ULSNA na reunião com a delegação do PCP, que integrava o deputado João Ramos, no passado dia 30 Maio. Neste quadro seria sempre de tomar as devidas medidas para acautelar os postos de trabalho existentes, e nunca de os extinguir.

O Secretariado da DORPOR relembra ainda, que a falta de enfermeiros na ULSNA é uma realidade concreta, apresentando-se como exemplo, a situação no bloco operatório, na sala de recobro da cirurgia, que equipada com material novo, está fechada…por falta de enfermeiros.

O Secretariado da DORPOR em articulação com o Grupo Parlamentar do PCP irá tomar medidas concretas de modo a clarificar esta situação por via de uma pergunta ao governo.

O Secretariado da DORPOR manifesta a sua solidariedade com os enfermeiros e restantes profissionais da saúde, garantes do serviço nacional de saúde, universal e gratuito, que leve cuidados de saúde de primeira qualidade a todos os cidadãos portugueses, nomeadamente aos que vivem no interior como é o caso de Portalegre.

 

O Secretariado da DORPOR do PCP

Portalegre, 30 de Junho de 2016