Notícias Recentes
Contacto

Escreva-nos para: 

dorportalegre@pcp.pt

Almoço Regional em Monforte, dia 23 de Abril

Ligações

 

Siga-nos nas Redes Sociais

Festa do Avante!

 

Boletim Informativo da comissão concelhia de Castelo de Vide do PCP - Setembro/Outubro

 

O Alterense

Divulgação da pergunta ao governo sobre o despedimento de três enfermeiros na ULSNA

Categoria: PCP
Publicado em: Visualizações: 362

Exmo. Senhor Presidente da Assembleia da República

 

Em reunião recente com a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), as questões de carência de pessoal foram colocadas com muita preocupação. Entre os profissionais em falta estão os enfermeiros, cuja carência determina até dificuldade no funcionamento de serviços, como acontece com o recobro de cirurgia que foi requalificado no equipamento e que agora não funciona por falta de enfermeiros.

Também para a justa reposição do regime de trabalho das 35 horas, estima o SEP – Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, ser necessário mais 30 enfermeiros.

Pelo que atrás foi dito não se percebe a razão para que três enfermeiros terminem em junho a sua relação laboral com a ULSNA porque têm com esta entidade contratos individuais de trabalho a termo certo, até porque cumprem funções necessárias e permanentes.

Posto isto, com base nos termos regimentais aplicáveis, vimos por este meio perguntar ao

Governo, através do Ministério da Saúde, o seguinte:

 

1. Confirma o ministério o despedimento de três enfermeiros na ULSNA?

 

2.O que justifica a saída de enfermeiros quando a ULSNA está confrontada com uma grande

carência destes profissionais?

 

3. O que fará o ministério para evitara a saída de profissionais da ULSNA?

 

Palácio de São Bento, quinta-feira, 30 de Junho de 2016

 

Deputado(a)s

JOÃO RAMOS(PCP)

CARLA CRUZ(PCP)